Transição Planetária - VIII

quarta-feira, 15 de abril de 2009

transicao

QUANDO ACONTECERÁ A TRANSIÇÃO PLANETÁRIA

Estabelecer datas exatas é algo muito difícil, pois as informações são obtidas de fontes espirituais onde o tempo funciona de maneira diferente em relação ao do mundo físico. No entanto, os espíritos conhecedores da relatividade temporal conseguem converter a data do calendário espiritual para a data correspondente ao calendário físico.

Mesmo tendo-me sido mostrada a transição do planeta, de início fiquei relutante em aceitar a data que a Hierarquia Superior indicava para os acontecimentos. O que posso dizer a respeito da data é que está muito próxima. Nos cataclismos não haverá lugares seguros nem dentro nem sobre a Terra.Os que procuraram viver as leis de amor do Cristo, o que independe de religiões, não sofrerão, pois entregarão suas vidas nas mãos de Deus, e serão protegidos seja em corpo seja em espirito.

Para que façamos nossa viagem de regresso a nosso lar espiritual com toda tranqüilidade, faz-se necessário estudar sobre a vida espiritual para saber o que vai encontrar lá fora. Os seres humanos que até a data da transição negligenciaram o aprendizado das leis de amor, verdade, justiça, humildade, caridade, pureza e todas as formas de altruísmo se verão abatidos por tamanha dor que nenhum nome poderia qualificar.

Mesmo que não estejam conscientes os habitantes da Terra, já foi iniciada a contagem regressiva para ocorrer a Transição Planetária. Os que quiserem se preparar para os acontecimentos que inevitavelmente assolarão a Terra, podem começar desde já a aplicar de maneira eficiente ao crescimento interno cada minuto de suas vidas, pois está perto o dia em que o tempo estará irrevogavelmente acabado.

TRANSITORIEDADE DA VIDA DO CORPO FÍSICO

O planeta Terra desde o início da vida humana vem recebendo informações do mundo espiritual de ser o corpo físico meramente uma roupa de carne que o espírito veste para poder evoluir em direção de sua essência espiritual. A vida no plano físico da Terra constitui-se uma valiosa escola de aprimoramento espiritual, através da qual conseguimos transcender as emoções animalizadas e o materialismo, conquista esta que nos liberta da obrigatoriedade cármica de ter que reencarnar em corpos primitivos.

Na atualidade os continentes da Terra abrigam quase 6 bilhões de seres humanos encarnados, cuja maior parte é constituída de pessoas que ignoram que são seres espirituais que momentaneamente deixaram suas casas espirituais para mais uma descida ao mundo físico através da reencarnação; aqui chegando, acabam sendo escravizados pelo materialismo. O materialismo é uma força tão sorrateiramente perigosa que até mesmo alguns daqueles que acreditam que são seres espirituais se deixam conduzir por interesses puramente de ordem material, que os induzem a gastar quase 100% de seu tempo de vida física correndo atrás de um punhado de pó que toma diversas formas, seja como dinheiro ou patrimônios que inevitavelmente terão que deixar quando desencarnarem.

Os bens materiais em si só deveriam ser aplicados exclusivamente para manter o corpo físico vivo e com saúde e para realizar parte das aspirações do espírito, se para isso se necessitar de recursos materiais. É preciso se ter a noção de que tudo que se consegue nos é cedido por Deus como empréstimo e que algum dia teremos que prestar contas de tudo que nos foi possibilitado. Ao estarmos vivendo em um corpo de carne, precisamos ter em nossas consciências que algum dia teremos que devolver o corpo para ser consumido pela Terra, através da morte física, deixando para trás todas as conquistas materiais, só levando para outro plano as conseqüência de nossas ações e o que aprendemos.

O espírito antes de encarnar, leva uma vida no mundo espiritual compatível com o seu grau de evolução. A maneira de viver pode ser pacífica ou perturbada. O fator determinante é o que se pensa, sente e faz. No mundo espiritual a pessoa tem a oportunidade de conviver com familiares, parentes e amigos de várias encarnações passadas, morando, estudando, trabalhando e se divertindo naquilo que for de maior preferência. Existem cidades espirituais de diversos níveis, algumas são como precárias favelas localizadas em dimensões inferiores e cujos habitantes não evoluíram suficientemente para deixar de viver de forma agressiva.

Há cidades nos mundos espirituais mais sutis que são como paraísos, com uma infra-estrutura jamais sonhada pelos habitantes do mundo físico, casas confortáveis e aconchegantes harmoniosamente situadas em quadras ornamentadas por jardins e lagos cuja beleza parece jamais se extinguir. Escolas, universidades, parques industriais e setores de lazer e turismo são usufruídos pelos habitantes destas cidades sem desigualdades, pois pelo grau elevado de amor adquirido todos vivem de maneira harmônica. O que produzem é tão abundante que não falta nada para ninguém. Os seres que desejam ir ou viver em cidades como estas precisam apresentar em suas auras espirituais a quantidade suficiente de evolução no amor, senão não poderão lá entrar.

Quando alguém vive feliz no mundo espiritual e pela necessidade de evoluir é obrigado a encarnar, o ser por um lado, sente alegria por ter a oportunidade de adquirir mais amor através do mergulho no mundo físico, mas, por outro lado, sente a dor da saudade por ter que se afastar dos amigos queridos com quem convive no mundo espiritual há incontáveis milênios pois o espírito é imortal. Quando o espírito reencarna, ele esquece seus amigos, seu lar, seu trabalho e lazer predileto, pois nem todos estariam preparados para lembrar do passado e continuar vivendo no mundo físico. Há um programa de vida que é determinado no mundo espiritual, que préestabelece uma data precisa de quando a pessoa terá que desencarnar.

No entanto, quando chega o momento de regressar para sua verdadeira casa que é a espiritual, novamente se vê diante da dor de ter que deixar para trás entes queridos. Assim que o espírito se encontra despido de sua veste carnal e recobra a lembrança de seus amigos de longas datas, seu coração transborda de júbilo.

0 comentários:

Enviar um comentário

 
*AO ENCONTRO DA ALMA* | by TNB ©2010