Pensamento -16 de Fevereiro

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

16fevereiro

«Como todas as coisas na Natureza, o nosso corpo físico possui um duplo, chamado duplo etérico*, que o penetra e extravasa.

Cada membro do nosso corpo possui, assim, o seu duplo etérico. O nosso braço, por exemplo, é penetrado por um duplo etérico que extravasa o limite dos dedos.

Quando um músico — um violinista ou um pianista, por exemplo — aprendeu a introduzir, pelo pensamento, o seu braço etérico no instrumento a ponto de impregnar tudo, a madeira, as cordas..., o instrumento vibra, então, de um modo diferente!

Para além dos sons físicos, um músico pode produzir outros sons, que as pessoas sensíveis a captam. A mesma lei existe para a voz. Quando alguns artistas cantam ou falam, conseguem modificar as vibrações na sala e até no corpo físico de quem está a ouvi-los.

E também nós, com tudo o que de nós emana, podemos animar lugares e criaturas. Eis um grande segredo que explica muitas coisas.»

Omraam Mikhaël Aïvanhov

1 comentários:

Silveira disse...

Perfeito Vini. Muita Paz

Enviar um comentário

 
*AO ENCONTRO DA ALMA* | by TNB ©2010