Avançar para o conteúdo principal

O que é a Energia Matriz?


O que é a Energia Matriz?


Falamos da vibração arquetípica do Universo Luz/Amor, onde nos encontramos e do qual fazemos parte. É, assim, a energia que o «Pai» e a «Mãe» - a Fonte - receberam da Grande Fonte. Tal como nós fomos criados à imagem e semelhança da nossa Fonte, também ela foi criada à imagem e semelhança da Grande Fonte.

Esta é vibração a que todos nós devemos a existência e que nos permite viver em absoluta paz, desde que nos preparemos para ser um veículo da sua irradiação. Daí que a aplicação da Energia Matriz a qualquer pessoa seja, acima de tudo, uma abertura do centro cardíaco através da deposição de um «vírus de amor», que lhe permitirá libertar-se mais facilmente dos seus condicionamentos. 

A tarefa desta irradiação é abrir caminho para uma nova estrutura genética, ou seja, um novo conjunto de potencialidades para os seres humanos. A Energia Matriz está a ser intensificada progressivamente, a nível planetário, porque chegou o tempo de repor, na Terra, a sua matriz original. Mas tal só será possível se cada um de nós tomar a decisão de investir numa profunda transformação das atitudes individuais. Já que falamos de decisão, um bom ponto de partida é usar o livre arbítrio sadiamente para optar pela Entrega Total. 

Esmeralda Rios e Vitorino de Sousa

Comentários

Mensagens populares deste blogue

Glândula Pituitária

2. A GLÂNDULA HIPÓFISE OU PITUITÁRIA [OU CASA DA INTELIGÊNCIA]

A hipófise, também chamada de glândula “mestra” do organismo, é um órgão pequeno, tendo no homem o volume de uma pequena noz, pesando por volta de 0,6g. Situa-se no interior da caixa craniana, numa depressão óssea chamada sela túrcica.

Ela coordena o funcionamento das demais glândulas, porém não é independente, obedece a estímulos do hipotálamo. A hipófise é formada de três partes: A hipófise anterior ou adeno-hipófise, hipófise intermediaria e hipófise posterior.

A atividade das células hipofisárias e a emissão das suas hormonas no sangue estão sob o controle de centros nervosos situados na base do cérebro, na região denominada hipotálamo. As relações entre as duas estruturas se faz por intermédio de substâncias químicas: os fatores de liberação, ou “releasing factors”, secretados por alongamentos de células especializadas do hipotálamo.

Das sete hormonas produzidas pela adeno-hipófise, quatro exercem sua ação por interm…

O que é o Irdin?

Irdin é a Língua dos Anjos, a Língua das Esferas, o idioma que comunica a todos os seres a partir da Quinta Dimensão de Conciência. É a Linguagem Universal que suas almas conhecem e falam para além do corpo etérico e do Centro da Vontade.

O Irdin é falado em sonhos. Responde à língua que qualquer Ser de qualquer dimensão pode elaborar graças ao uso da sua Mente. Cada um de vocês utiliza com absoluta perfeição este idioma dinâmico, ainda que não tenham consciência disso. O reconhecimento se dá espontaneamente, uma vez que o Ser toma contato com a sua Essência. É a primeira manifestação desta conexão íntima, nem por isso a única, nem por isso excludente. Molda uma evidência tangível da comunicação com a Fonte. É um dom inato que acompanha o próprio Despertar.

O Irdin se manifesta em blocos de idéias: cada uma das representações que o compõem pode ser reproduzida por meio de símbolos, fonemas, cores, tons ou a idéia em si.

O Irdin pode expressar um pensamento, fato ou ação em um determin…

Glândulas Sexuais

7. AS GLÂNDULAS SEXUAIS OU GÔNADAS MASCULINAS
7.1 AS GÔNADAS MASCULINAS - OS TESTÍCULOS
O testículo é composto por até 900 túbulos seminíferos enovelados, cada um tendo em média mais de 0,5m de comprimento, nos quais são formados os espermatozóides. O espermatozóide maduro é formado por uma cabeça, um corpo intermédio e uma cauda. Os espermatozóides podem chegar a viver três dias no interior do aparelho genital feminino.
Os testículos começam a fabricar os espermatozóides e este processo continua ao longo da vida. Os espermatozóides são lançados no epidídimo, outro tubo enovelado de cerca de 6 m de comprimento. A hipófíse é a glândula que controla e regula o funcionamento dos testículos.
7.2 OS ANDROGÊNIOS
Os testículos secretam várias hormonas sexuais masculinos que são coletivamente chamados de androgênios, compreendendo a testosterona, diidrotestosterona e androstenodiona. Todavia, a testosterona é muito mais abundante que as demais hormonas, a ponto de poder ser considerada a hormona t…