Controle de Sentimentos e Emoções

quarta-feira, 26 de maio de 2010

hilarion
 A Conquista da Liberdade

Meus irmãos:

Na força incontrolada dos sentimentos e emoções negativos, o ser humano transforma todo um sistema da harmonia que deve existir entre o físico e o imortal, entre a matéria e o Ser Divino que habita em cada coração.

Desse descontrole nascem as infrações às Leis Divinas, levando o homem a cometer desatinos, sem medir ou pesar as conseqüências que possam advir. Um momento de ódio, inveja, ambição, cólera, egoísmo ou maldade produzem a irreflexão e cegueira, levando o homem, que foi feito à semelhança do Criador, a tornar-se uma fera selvagem, chegando ao ponto de matar para vingar-se de quem, às vezes, sem o querer, feriu o seu sentimento, daí merecendo a sua condenação em todo um caudal de maldade e desvario.

O ódio cega quem o alimenta; a inveja incomoda aquele que se julga merecedor de todas as dádivas da matéria; a ambição se une à inveja e aquele que as cultiva se acha diminuído e ofendido pela paz, felicidade e prosperidade de seu semelhante. Em seu egoísmo ferrenho o infeliz se julga merecedor de todas as mercês, embora nada faça para as merecer.

Meus amigos, as bênçãos de Deus envolvem todos os Seus filhos mas cabe a cada um deles fazer com que possa receber esta bênção pelo seu comportamento perante a vida e todo ser vivente. É preciso que haja o devido respeito de ser para ser, cada qual procurando, por si mesmo, melhorar suas concepções de vida, seus sentimentos, controlando suas emoções para que possam receber a bênção do Pai Divino que Ihes trará a compreensão, a serenidade, a tolerância, a paz e a felicidade de uma consciência limpa da nódoa do erro e do crime.

Todo ser humano deve respeitar a si e aos seus semelhantes sem distinção de cor, credo e religião, e só desejar e fazer a seu irmão aquilo que gostaria lhe fosse feito. Se todos agissem assim, o mundo, hoje, não estaria nas condições caóticas em que se encontra, demandando medidas drásticas para que os desígnios do Pai se realizem, isto é, a Terra gozando do bem, fartura e entendimento entre todos os seres vivos. Lembrem-se, sempre, de que o mal nada cria mas destrói aquele que o alimenta.

Cuidem-se para conseguirem melhores dias e isto só depende da maneira de agir e viver de cada ser de per si. Não pensem em revidar o mal pois aquele que alimenta tal sentimento por si só se destrói. Estamos alertas e vigilantes, trabalhando em prol da paz e harmonia entre todos os povos.

EU SOU o amigo e irmão.
HILARION

0 comentários:

Enviar um comentário

 
*AO ENCONTRO DA ALMA* | by TNB ©2010