Plantar para Colher

sábado, 15 de maio de 2010

hilarion
 A Conquista da Liberdade

Amados irmãos e amigos:

Para que a colheita seja dadivosa, necessário se faz que a sementeira tenha obedecido métodos adequados quanto ao poder nutricional do solo, a escolha das sementes, o adequado plantio, a freqüência das regas, os cuidados necessários para que as pragas não atinjam as plantas e as matem ou que as deixem sem a defesa exigida para a sobrevivência e frutificação. Neste exemplo tão simples está toda a história da vida do ser humano.

A criança é tal qual uma plantinha semeada no ventre materno que deve ser desejada e gerada como fruto de amor e nunca apenas por um ato de prazer inconseqüente. A vida humana é uma dádiva Divina tão preciosa que qualquer abstinência de pensamentos desairosos influirá na vida embrionária do feto, modificando todo um sistema que deve ser de amor, paz, tranqüilidade e felicidade e que consiste, a exemplo de Deus, em gerar um filho!

Ao nascer, o pequenino ser já traz consigo a trajetória que deverá trilhar para o ressarcimento de suas dívidas passadas e é necessário que os pais, desde o início, compreendam que precisam orientar o filho para viver as Verdades Divinas, alertando-o quanto às vicissitudes do mau caminho, dos desvios perigosos, já que esse ser já traz latente a noção do bem e do mal.

Não é apenas com beijos, presentes, satisfação de todas as vontades que se educa uma criança para a vida. Para o sucesso dessa missão exige-se muito mais, conselhos, reprimendas por faltas graves, conselhos, conversas sobre valores verdadeiros, exemplos e o próprio espelho da vida dos pais e de seu comportamento em toda e qualquer situação que se apresente.

Muito é exigido do horticultor que semeia uma semente para que a planta nasça forte e dê bons frutos. Assim, também, o pai e a mãe têm muito que dar do melhor que possuam dentro deles mesmos para alimentar a vida interior do pequeno ser que geraram, encaminhando-o para o bem, a fraternidade. Esse pequeno ser virá, com os anos, a tornar se um homem ou mulher e, se leva em seus registros a semente, o exemplo de vida honesta e digna vivida por seus pais dificilmente cairá nas armadilhas armadas aos incautos.

A semente germinou, a planta cresceu e irá dar bons frutos. Aos pais de hoje cabe a responsabilidade dos pais de amanhã. Ensinem e exemplifiquem o bem, o amor, a fraternidade, a lealdade, a paz interior e física, a fé no Pai Supremo a seus próprios filhos de hoje e que, num amanhã não muito longínquo, também irão cultivar as sementes que plantarão, incutindo-Ihes tudo o que Ihes foi ensinado quando eram pequenos.

Com isto, estarão colaborando com os desígnios de Deus, o Pai Supremo, na transformação da Terra em Paraíso e a volta dos Seus filhos ao Lar Paterno.

EU SOU o amigo de sempre

HILARION

0 comentários:

Enviar um comentário

 
*AO ENCONTRO DA ALMA* | by TNB ©2010